Firjan vê risco de aumento das importações de equipamentos para exploração no pré-sal

lisAo participar do 35º Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex 2016), promovido no Rio de Janeiro pela Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), o diretor de Relações Institucionais da Firjan, Márcio Fortes de Almeida, disse que a nova legislação do setor de óleo e gás, que retirou da Petrobras a obrigatoriedade de ser a operadora única do pré-sal, com participação de 30% em todos os consórcios, apesar de bem-vinda, pode causar prejuízos à indústria nacional. Continuar lendo

Nelson Tanure

9Há anos sem dar entrevistas, o empresário Nelson Tanure, dono da Cia Docas e da Companhia Brasileira de Multimídia, entre outras organizações, aceitou falar com exclusividade para Protagonistas, na quarta entrevista da série (antes dele, foram entrevistados Otávio Frias Filho, Mino Carta e Domingo Alzugaray). Numa conversa de quase quatro horas com o editor Eduardo Ribeiro, ele falou de seus planos, de suas brigas, de seus desafetos, de sua visão de mídia, de sua personalidade, de investimentos, de ações trabalhistas e do legado que pretende deixar para as próximas gerações.
Continuar lendo

PetroRio debate a indústria de petróleo na Rio Oil & Gas 2016

tanure-filho

Nelson Queiroz Tanure foi um dos palestrantes do Painel Tecnológico na Rio Oil & Gas

O Rio Centro recebeu entre os dias 24 e 27 de outubro, a 18ª edição da Rio Oil & Gas, o maior encontro do setor de petróleo e gás da América Latina. Com mais de 40 mil pessoas presentes ao evento em todos os dias do evento, a feira reuniu especialistas, profissionais do mercado e estudantes. Continuar lendo

O ex-vendedor de picolés que virou empreendedor de sucesso

Danielle era recém-nascida quando seu pai decidiu mudar o rumo da empresa. A fabricante de químicos industriais, que já operava há 5 anos, passou aos produtos para cabelos. Com a nova cara, o negócio precisaria de um novo nome, e uma ex-funcionária sugeriu a homenagem à filha. “Huumm, ‘shampoo Danielle’ não soa tão bem, mas de repente se eu pegar só o final, tirar um L, trocar o E pelo Y…” Continuar lendo

Nelson Tanure: “O único ativo que a OI deve vender está na África”

9O empresário Nelson Tanure, novo sócio da Oi, com o apoio do fundo Societé Generalé e, se a Anatel aprovar, um dos controladores depois que fechou acordo com os portugueses da Pharol, após uma virulenta troca de acusações, resolveu contar ao Tele.Síntese um pouco de seus planos para a companhia. Polêmico, e sem papas na língua – “dizem que um bilionário egípcio quer colocar dinheiro, mas até agora, o único que colocou dinheiro na empresa fui eu” –  afirma que é “totalmente contrário” ao plano de recuperação judicial que seu sócio português apresentou, pois discorda da venda de qualquer ativo da empresa no Brasil. Segundo ele, está sendo elaborada a atualização do plano de recuperação judicial com novos conceitos, mas isso não quer dizer, enfatiza, que esse plano deverá contemplar o pleito dos bondholders, seus principais desafetos. Continuar lendo